Enter your keyword

Lesões no Esporte

Lesões no Esporte

Lesões no Esporte

Todos os esportes podem causar lesões de gravidade variada e em órgãos diferentes. As vezes nem é preciso estar em competição ou em treinamento intenso. Isso porque existem fatores como a fadiga e os traumas de repetição de baixa intensidade que somados acabam disparando as lesões.

Levar uma vida esportiva como parte de um “lifestyle” é a combinação harmônica de um conjunto de fatores que incluem alimentação equilibrada, descanso regular – literalmente dormir bem e, também saber reduzir o stress mental. Serve para quem é jovem e para quem quer viver eternamente jovem.

O que fazer quando uma lesão acontece sem prévio aviso, numa hora que não há médico do lado ou profissional de saúde para ajudar? Qualquer que seja, a lição principal é imobilizar, repouso e gelo.

Existem sintomas e sinais que as pessoas precisam identificar. Sintoma é tudo que você refere. Sinal é tudo que fica visível para os outros. A dor geralmente é o principal sintoma. Suas características informam muito do que seja, exemplo sua localização precisa ou não, sua intensidade, irradiação, como surgiu, fatores que a melhora e fatores que a piora. Qualquer característica pode ser muito útil para identificar a causa mais rápido.

O conhecimento é a principal diretriz para identificar a lesão e iniciar seu tratamento. Vamos falar sobre isso numa sequência de informações. A cartilha principal é identificar algo errado, impedir seu progresso, em seguida recuperar e reabilitar. Numa lesão, imediatamente imobilizar se necessário, repouso e gelo. Dificilmente saímos desta trilha, explicarei porquê.

Dr. Assad vai escrever artigos de temas mais amplos mas se quiser lhe fazer uma pergunta mais específica, escreva para nós.

Dr. Assad Frangieh é médico esportivo e administrador na Saúde há 40 anos. Defende compartilhar o conhecimento médico além do diagnóstico, deixar as pessoas ajudar no tratamento.*